31 de out de 2011

“FESTSAMPA 1° Amostra de Música Independente” dia 05/11

05 de novembro de 2011 - Sábado

Foto: divulgação


São Paulo será palco do maior encontro de Música Independente. Estão confirmados para o evento Paula Lima, Fabiana Cozza, Quinteto em Branco e Preto, Clube do Balanço, Mário Sergio, Carlos Fernandez, Banda Aldora e convidados especiais.


Local: Pólo Cultural Grande Otelo Anhembi ( Setor I e Pista)
Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1209, São Paulo, SP, Brasil 02012-021
Data: 05 de novembro, sábado, a partir das 14h45h.
Classificação: 16 anos
Quanto: 75,00 a 175,00
Venda de Ingressos: http://ticketbrasil.com.br/show/festsampa-sp
Ou pelo telefone: 11 4901-0712

Fonte: Nossa Dica

Infantil Cada Qual no seu Barril reestreia em 5/11 no Teatro Folha

Álvaro Barcellos

O espetáculo Cada Qual no Seu Barril, da Cia. da Revista, reestreia dia 5 de novembro no Teatro Folha. Com direção de Kleber Montanheiro, a peça leva ao palco uma montagem lúdica livremente inspirada em livro de Ruth Rocha, com proposta de teatro físico em performances precisas das atrizes Bruna Longo e Daniela Flor. O espetáculo tem seis indicações ao Prêmio Femsa, entre elas de Melhor Espetáculo.

Baseado no livro Dois Idiotas Sentados Cada Qual no Seu Barril, a peça traz a história de dois náufragos que são obrigados a conviver em uma ilha deserta.  A relação entre os dois se torna cada vez mais difícil até virar uma guerra. Como em desenhos animados – tal qual Tom e Jerry e Coiote e Papaléguas -, a Cia. da Revista traz ao palco um divertido espetáculo,  sem que os personagens troquem uma palavra sequer, numa disputa acirrada que nunca termina.

O espetáculo nasceu do desejo das duas atrizes da Cia da Revista de montar um espetáculo para crianças utilizando o teatro físico como linguagem, área que estudam há bastante tempo. Elas convidaram Kleber Montanheiro, diretor do grupo, para dirigi-las, que logo aceitou o novo trabalho.

Os artistas encontraram no livro de Ruth Rocha um bom material para utilizarem como fio condutor do enredo, que foi adaptado para possibilitar diversos artifícios visuais.

Kleber Montanheiro explica que o trabalho foi desenvolvido de forma que as crianças reconhecessem elementos presentes em seu cotidiano representados por ícones visuais, onomatopéias e situações comuns presentes em HQs e desenhos animados. “São cenas típicas que as crianças conhecem da televisão, do vídeo-game, do cinema e dos quadrinhos, que transpusemos ao palco por meio de trabalho de corpo das atrizes, cenários e figurinos que falam sozinhos, só pelo visual da história, sem diálogos”, conta o diretor.

O resultado rendeu indicações ao prêmio Femsa nas categorias Cenografia, Figurino, Trilha Sonora, Melhor Atriz (Bruna Longo), Melhor Espetáculo Infantil e a Categoria Especial pela adaptação da linguagem de desenho animado para o teatro e melhor espetáculo.

A ótica cartunesca permite ao grupo abordar temas como violência e intolerância de forma leve, e, simultaneamente, traduzir o incômodo com a situação de conflito. “Utilizamos tons de marrom, para dar a sensação de um ambiente árido, incômodo, para situar uma briga que não termina nunca, nem mesmo quando eles se explodem – porque usamos a lógica do desenho, onde ninguém morre. A briga só acabará se eles mudarem de postura, o que deixa uma mensagem implícita para as crianças num tom de brincadeira”, conclui Kleber.

Álvaro Barcellos
Sobre o grupo Cia.da Revista
A Cia. da Revista, contemplada pela 15ª edição do Programa de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo em 2009, foi criada em 1995 com a estréia do espetáculo A Cor de Rosa, no Centro Cultural São Paulo. Sua sede está localizada na Praça Roosevelt, chamada de MINITEATRO, inaugurado em 13 de abril de 2009, com os espetáculos próprios Bem Aventurados os Anjos que Dormem e De Vita Sua, ambos de Marília Toledo.

A Cia. completa em 2010 quinze anos de atividades ininterruptas e tem em seu percurso 12 espetáculos - que criaram diálogo com diversos artistas que passaram pelas montagens e muito contribuíram com a reflexão sobre o gênero e/ou questões que o permeiam.

 Entre os espetáculos marcantes do grupo estão A Cor de Rosa (1995 / 1999), Kabarett (1999 – 2000), Caos 1-3 (2006), Mauditas (2006), O Doente Imaginário (2007), Sonho de Uma Noite de Verão (2008), A Odisséia de Arlequino (2009) e  Kabarett -remontagem- (2010 / 2011).

Sobre Kleber Montanheiro
Premiado diretor por dois anos consecutivos - APCA de melhor diretor 2008 por Sonho, de Uma Noite de Verão e prêmio FEMSA 2009 de melhor diretor por A Odisséia de Arlequino -, Kleber Montanheiro dirige artisticamente a Cia da Revista.

 Ator, autor, diretor cênico, cenógrafo, figurinista e iluminador, Kleber é formado pelo Teatro-escola Célia Helena. Dirigiu entre outras peças: O Mambembe, de Arthur Azevedo; Amazônica, de Lea Chaib; O Rouxinol, de Cássio Pires, baseado no conto homônimo de Hans Christian Andersen; Amídalas e Marias do Brasil, ambos de Marília Toledo e Rodrigo Castilho. Atuou em Uma Rapsódia de Personagens Extravagantes, direção de Cristiane Paoli-Quito; A Cor de Rosa, de Flavio de Souza, direção de William Pereira; Buster – O Enigma do Minotauro, com o grupo XPTO, recebendo indicação ao prêmio Apetesp de melhor ator.

Criou cenário, figurino e luz do espetáculo Misery, com Marisa Orth e Luis Gustavo; Cada um com seus ‘pobrema’, de Marcelo Médici; Chá de Setembro, de Julio Conte; figurinos e iluminação de Quarto 77, de Leonardo Alckmin e cenário e iluminação de Madame de Sade, ambos direção de Roberto Lage, Macbeth, direção de Regina Galdino, entre muitos outros.

 Dirigiu o projeto Outros Olhares sobre o Velho Mundo, de sua criação, ocupando a sala Ademar Guerra do Centro Cultural São Paulo por quatro meses, criando repertório inédito com cinco espetáculos: Caos, episódios 1 a 3, de sua autoria; Mau Ditas, de Bruna Longo e Nem Aqui, Nem Lá, de Cássio Pires. Escreveu e dirigiu o espetáculo Tem Francesa no Morro, com a Cia As Graças, que cumpriu temporada no Centro Cultural São Paulo e no projeto Circular-Teatro.

Concebeu com Marília Toledo o projeto Clássicos para Menores, uma trilogia de espetáculos cômicos clássicos, onde dirigiu O Doente Imaginário, de Molière; Sonho de uma Noite de Verão, de Shakespeare; e A Odisséia de Arlequino, uma commedia dell’arte inspirada nos canovaccios italianos. Kleber é um dos artistas mais indicados no histórico do prêmio FEMSA e também foi integrante do projeto de humanização hospitalar Doutores da Alegria, de 1993 a 2003.

Álvaro Barcellos

Sobre Bruna Longo
Atriz autora e pesquisadora corporal, Bruna é mestre em Movement Studies pela Universidade de Londres - Central School of Speech and Drama. É especialista em expressão corporal como educadora e diretora de movimento em dramaturgia corporal.

Possui experiência como atriz e educadora no Brasil, Europa e Estados Unidos, tendo colaborado com a companhia dinamarquesa Odin Teatret, dirigida pelo diretor italiano Eugenio Barba e o American Shakespeare Center, situado no estado da Virgina, EUA.

Dentre seus mais recentes trabalhos como atriz estão Ur-Hamlet e The Marriage of Medea com direção de Eugenio Barba; Shentai com Performers Exchange Project (Charlottesville, E.U.A.), direção de Martha Mendenhall e O Nome, de Jon Fosse, direção de Denise Weinberg (Brasil), entre outros.

 Realizou direção corporal para os espetáculos King Lear, de William Shakespeare, com direção de Catherine Alexander, em Londres, Reino Unido, Epsom Downs, de Howard Brenton e direção de Pete Harris (Guildford, Reino Unido), The Two Gentlemen of Verona, de William Shakespeare e direção de Thadd McQuade (EUA), Antígona, de Sófocles, com direção de Nicole Aun (São Caetano do Sul, Brasil), Geraldo Filme – Carnaval e tradição e Operetas de Noel Rosa, para a Cia. De Domínio Público (São Paulo, Brasil), entre outros.

 Como dramaturga realizou os espetáculos Mau Ditas, com direção de Kleber Montanheiro e Duas Luas, com direção de Nicole Aun, premiado como melhor texto teatral no V Festival de Teatro de Guaçuí (Espírito Santo, Brasil) em 2002.

Sobre Daniela Flor
Atriz formada pelo Teatro-Escola Célia Helena, onde também atuou como professora e assistente de direção de Marco Antonio Rodrigues e Renata Zanetha. Atualmente é professora de expressão corporal, improvisação cênica e interpretação da escola de formação de atores Globe-sp e preparadora corporal da Cia. da Revista, onde atua também como atriz.

Participou de cursos e workshops com Thomas Leabhart, Luis Louis, Denise Namura, Vivien Buckup, Tatiana Guimarães, Fernando Lee, entre outros profissionais da área de mímica, teatro físico e dança. Como atriz, participou de diversos espetáculos, destacando: Missa Leiga, de Chico de Assis com direção de Marco Antonio Rodrigues; Todas Elas, de F.

Mendes com direção de Nicole Aun; Bem Aventurados os Anjos que Dormem, de Marília Toledo com direção de Kleber Montanheiro, e Kabarett com texto e direção de Kleber Montanheiro.

FICHA TÉCNICA:
Elenco, concepção e dramaturgia corporal: Bruna Longo e Daniela Flor
Direção: Kleber Montanheiro
Assistência de direção: Luiza Torres
Figurinos, trilha sonora e iluminação: Kleber Montanheiro
Realizacão: Cia da Revista – São Paulo

Local: Teatro Folha
Estreia: 5 de novembro
Temporada: Até 18 de dezembro
Horários: sábados e domingo, 17h40 - Sessões extras dias 14 e 15/11
Ingressos: R$ 30 (setor único)
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: Livre
Recomendação de idade: a partir de 3 anos

*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.


Álvaro Barcellos
TEATRO FOLHA
Shopping Pátio Higienópolis
Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel:  (11) 3823-2323  (11) 3823-2323
Televendas:  (11) 3823-2737  (11) 3823-2737 / Site: www.teatrofolha.com.br
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e idosos têm os descontos legais / Clube Folha 25% desconto / Horário de funcionamento da bilheteria: de terç a a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 13h às 24h, sábado, das 12h às 24h e domingo, 12h às 20h / Acesso para deficientes físicos / Ar condicionado /  Estacionamento do Shopping a R$ 8,00 (primeiras duas horas)  / Venda de espetáculos para grupos e escolas:  (11) 3104-4885  (11) 3104-4885 / PATROCÍNIO: Folha de S. Paulo, Banco Honda, Mastercard, CSN, Hospital Samaritano, Cielo e CMA.


SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL
O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de dez anos em duas vertentes: gestão de salas e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, situado no Shopping Pátio Higienópolis em São Paulo e pelo Teatro Amil, no Parque D. Pedro Shopping em Campinas. Essa frente conta com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando, em regime de co-produção, espetáculos que unam qualidade artística e acabamento profissional em regimes de temporada. Ao todo, as casas somam perto de 2 milhões de espectadores, no período de atuação da empresa.

Como produtora de espetáculos, sob direção artística de Isser Korik, produziu dezenas de peças.  Voltadas ao público infantil, merecem destaque Gata Borralheira, O Grande Inimigo, Os Saltimbancos, A Pequena Sereia, Grandes Pequeninos e Branca de Neve e os Sete Anões. Aos adultos foram produzidas, entre outras montagens, Os Sete Gatinhos, O Estrangeiro, Senhoras e Senhores, O Dia que Raptaram o Papa, O Mala, Te Amo, São Paulo e a trilogia Enquanto Isso..., além de projetos de humor -  como Nunca Se Sábado...-, mostras e o musical Um Violinista no Telhado.

Fonte: Divulgação

Joyce Cândido - O Bom e Velho Samba Novo

01 de novembro - Terça, no Tom Jazz

Foto: Divulgação

Embora muito jovem, a cantora paulista Joyce Candido já percorreu muitas léguas musicais: do clássico Conservatório Carlos Gomes (em Marília), onde começou os estudos e se formou em piano, e da Universidade Estadual de Londrina, onde graduou-se em música, passando por musicais em teatro, os indefectíveis bares da vida e até um primeiro CD, "Panapaná" (2006).

Vinda de três anos na Broadway aperfeiçoando-se em canto, dança e teatro em montagens de musicais como "A pequena sereia" e "A noviça rebelde", Joyce Cândido escolheu o Tom Jazz em São Paulo para dar início aos shows de divulgação do novíssimo CD O bom e velho samba novo.

O bom e velho samba novo expressa perfeitamente o espírito desse projeto que ganhou o apoio fundamental da gravadora Biscoito Fino, do produtor Alceu Maia e um punhado de sambas inéditos de autores consagrados como Luiz Carlos da Vila, Claudio Jorge, Herminio Bello de Carvalho, e outros de autores emergentes como Ana Costa, Xande de Pilares, Fred Camacho.

No repertório do show, Joyce vai resgatar clássicos como "Feitio de oração" (Vadico e Noel Rosa), "Deixe a menina" (Chico Buarque), “O mundo é um moinho” (Cartola) e um quase clássico contemporâneo, "O dono da dor", do baiano Nelson Rufino, sucesso na voz de Zeca Pagodinho. Da nova safra, entram “Dengo” (Celso Lima/Sérgio Cruz/Nilton Barros) e“ Cê Pó Pará” (Ana Costa/Fred Camacho/Alceu Maia), entre outras novidades.

A banda que acompanha a cantora é formada por Evandro Lima (violão), Tatá Macário na bateria, Ivan Machado no baixo, Misael da Hora no piano, Rodrigo Reis na percussão e produtor do CD de Joyce, Alceu Maia, no cavaco.

Serviços
Joyce Cândido
O Bom e Velho Samba Novo
Tom Jazz Av. Angélica, 2331 - Higienópolis - São Paulo.
Tel. (11) 3255 0084 / 3255 3635.
01 de novembro, terça, às 22h.
R$ 50,00.
Classificação: 18 anos.

Fonte: Nossa Dica

28 de out de 2011

7ª edição Dança Diadema 2011


O coletivo de dança do Ponto de Cultura Bailando na Cidade, composto por 12 grupos, realiza neste fim de semana o Diadema Dança 2011. O evento, organizado pelo Ponto de Cultura Bailando na Cidade, está em sua 7ª edição e, este ano, conta com um projeto inovador. Hoje,na abertura do evento, que se estende até domingo, os grupos apresentam a “Troca Coreográfica”.

Amanhã será a vez de  “Corpos Ímpares” , com Arlene Ramos, Movimento e Sabedoria, Coletivo MR, Danceato e Black White Crew. E no domingo, “ Renova, Corpo da Vez, Afrobreak, Art’e..., “ com Claudia’s Ballet e  Companhia de Danças de Diadema

Nos últimos meses, os grupos trabalharam uma ação de integração, um visitando o outro e coreografando juntos. O resultado dessa experiência será apresentado nesta primeira noite.  No sábado e domingo o público confere os espetáculos individuais de cada um.

Uma média de 80 bailarinos participa do Diadema Dança e no ano de 2010, o evento contou com um público aproximado de 600 pessoas.

O Ponto de Cultura Bailando na Cidade compõe a Rede de Pontos de Cultura de Diadema e,  desde 2008, atua junto ao coletivo de dança de Diadema, promovendo ações de difusão, formação e troca. Entre as atividades desenvolvidas destacam-se a caravana de dança, atividades de integração entre os grupos de diferentes linguagens e o Diadema Dança

A Caravana de Dança conta com a participação de 11 grupos da cidade que, todo ano, visitam diversos espaços, trabalhando a difusão e a formação de diferentes tipos de público.  As apresentações já aconteceram em escolas, centros culturais e espaços públicos.

As  atividades de integração (oficinas, troca coreográfica) possibilitam o momento de troca de saberes entre os grupos que atuam em diferentes modalidades (dança de rua, ballet clássico, dança contemporânea, popular). As ações são voltadas para a integração das linguagens, conhecimento e respeito à forma de criação do outro grupo.

O Diadema Dança, que em 2011 realiza sua VII Edição, é uma mostra que conta com a participação dos grupos do Ponto de Cultura e convidados. São três noites de apresentações de espetáculos inéditos, criados ao longo do ano.

Serviço:
Diadema Dança 2011
Local: Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes
Rua Graciosa, 300 – Centro – Diadema 
Telefone: 4066-3366 

Programação:
dia 28 , às  20h
Troca coreográfica
participação de todos os grupos; dia 29, às  20h  
Corpos Ímpares, Arlene Ramos, Movimento e Sabedoria, Coletivo MR, Danceato e Black White Crew; dia 30, às 19h 
Renova, Corpo da Vez, Afrobreak, Art’e..., Claudia’s Ballet, Companhia de Danças de Diadema.

Estreia 28/10 nos cinemas o filme "A Condenação"

Sinopse

Baseado em uma história real, o filme conta a história de Betty Anne Walters, uma garçonete mãe de dois filhos, que abre mão de toda a sua vida para defender seu irmão Kenny Walters, condenado por assassinato.

Elenco: Hilary Swank, Sam Rockwell, Minnie Driver, Melissa Leo, Peter Gallagher, Juliette Lewis
Direção: Tony Goldwyn
Gênero: Suspense
Duração: 107 min.
Distribuidora: Vinny
Classificação: 14 Anos




Fonte: Cinemark

"Três Homens Baixos", com Francisco Cuoco, estreia no dia 5/11, em SP


Os atores Francisco Cuoco, Anselmo Vasconcelos e Orlando Vieira são os protagonistas dessa nova montagem, que leva a assinatura de Jonas Bloch na direção. Bloch foi um dos atores na primeira versão da peça, em 2001. O texto nasceu do mesmo autor da obra Três Mulheres Altas de Edward Albee, que Beatriz Segall montou no Brasil, em 1995.


Três Homens Baixos é uma comédia de costumes sobre as facetas do universo masculino, revelada a partir do ponto de vista dos personagens Ciro (professor universitário em caracterização impagável de Francisco Cuoco), Samuca (banqueiro de jogo do bicho, interpretado pelo ator Anselmo Vasconcellos) e Titi (publi­citário clichê vivido por Orlando Vieira).

São três amigos de infância, estereótipos masculinos, que se encontram periodicamente para colocar o papo em dia numa mesa de bar. Em um desses encontros, descobrem que os laços de união entre eles vão muito além do que supunham, sendo obrigados a rever seus valores mais arraigados.

O diretor Jonas Bloch explicou que procurou humanizar os personagens e dinamizar as cenas. “Explorei ao máximo o grande talento dos atores e fomos construindo essa nova versão em um clima divertido, ideal para se montar uma comédia”, pontuou.

Cada personagem vive seu próprio drama existencial e se ampara na amizade que, mesmo aos trancos e barrancos, continua forte. Um deles é casado, o outro, divorciado e também tem o infiel.

O enredo revela que, apesar de se co­nhecerem desde garotos, fizeram suas próprias escolhas e agora arcam com as consequências. Os amigos, então, enredam-se nas teias de uma hilária trama melodramática que revela suas intimidades, fraquezas e baixezas. Segredos, até então guardados a sete chaves, vêm à tona a partir desse encontro, para deleite da plateia.

Espelho de contradições - Francisco Cuoco, que integrou a montagem, em 2004, na época interpretando o pu­blicitário Titi, fala com emoção sobre esse trabalho e sobre o teatro. “Quando fiz a peça tive muitos momentos de alegria e de prazer. Isto vai acontecer novamente. Teatro é tudo. O bom e o mau de cada um.

O Deus e o Diabo. Teatro, entre tantas coisas, é um enorme espelho das contradições. A maioria do público vai rir muito e adorar. Alguns, poucos, vão torcer o nariz. Esquecem que verdades e profundidades, preferencialmente, podem e devem ser expressadas com humor.”

O ator (e produtor da peça) Orlando Vieira também é velho conhecido do espetáculo. “Quando participei da primeira montagem, substituindo Herson Capri, lembro-me como se fosse hoje que não conseguíamos dizer todo o texto. Tínhamos que esperar o público parar de rir para continuar a cena. Era uma delícia.”

Anselmo Vasconcelos também tem memórias sobre a peça. “Quando vi, há muitos anos, um anúncio de Três Homens Baixos, fui assistir à peça. Diverti-me sobremaneira com o saudoso Rogério Cardoso, com Jonas Bloch e Flávio Galvão. Quando terminou o espetáculo fiquei com um grande desejo de atuar nele. Hoje estou aqui, muito feliz”, disse.

Com a finalidade de fazer rir, por meio de inúmeros clichês do padrão masculino de comportamento, a peça coloca o espectador diante de um espelho de parque de diversão, que deforma a anatomia e a torna engraçada. Atores e diretor concordam que a função da comédia é fotografar a realidade com uma lente distorcida.

Serviço
Três Homens Baixos.
Estreia: dia 5 de novembro,  às 21 horas.
Local: Teatro Jaraguá, rua Martins Fontes, 71 - Bela Vista, São Paulo.
Telefone: 3255-4380.
Temporada: sexta, às 21h30;  sábado, às 21h; e domingo, às 19 horas.
Até 18 de dezembro.

30 irresistíveis receitas de conservas "Compotas & Chutneys"

Lançamento da Larousse traz ideias para ajudar no preparo e na conservação.

As longas horas de trabalho na cozinha para fazer compotas faz lembrar a casa das avós, ou parte de um passado distante, mas a francesa Valérie Lhomme em seu livro Compotas & Chutneys, que chega ao Brasil pela Editora Larousse, apresenta 30 receitas dessas iguarias em versões mais rápidas e com diferentes ingredientes e combinações.

Tradicionalmente, as compotas são conservas de frutas ou vegetais cortados aos pedaços cozidos com açúcar e algum líquido, como água ou suco de frutas. As compotas são usadas em sobremesas, como recheio e cobertura de bolos, com iogurte, sorvete ou até mesmo em alguns pratos salgados. Já o chutney é um condimento de origem indiana e tem características semelhantes as das compotas, porém com algumas variações.

Possui açúcar, frutas e/ou vegetais, mas também pode conter sal, alho, cebola, mel, vinagre, gengibre e canela. Tem em sua base traços agridoces e picantes. Em algumas receitas não é cozido, sendo preparado momentos antes do consumo com ingredientes locais e disponíveis. Normalmente acompanha pratos salgados como carnes e saladas.

Em Compotas & Chutneys, as receitas são divididas de acordo com as quatro estações do ano, combinando os ingredientes característicos de cada época do ano, como a “Compota de nozes com mel” na seção do outono e “Chutney de damascos secos” no inverno. O livro ainda traz opções tradicionais, como o famoso “Doce de leite” e outras mais exóticas como a “Compota de pétalas de rosa de Alain Alexanian” cujo segredo foi cedido gentilmente pelo chef armênio.

Artista gráfica de formação, Valérie é também responsável pelas fotografias que ilustram as receitas. Escreve e organiza livros deculinária e também trabalha como estilista de alimentos (profissional responsável por compor as fotografias de alimentos em livros e revistas de culinária e na publicidade). Colabora regularmente para as revistas francesas: ELLE à TABLE, SAVEURS, MARIE-CLAIRE IDÉES, JASMIN, LE POINT ET ELLE.

Serviços
Compotas & Chutneys
Autora e fotógrafa: Valérie Lhomme
Tradução: Suzete Casellato
Número de páginas: 64
Preço Sugerido: R$ 34,80
Fonte: Divulgação

27 de out de 2011

Ensina-me a Viver, com Glória Menezes, até 6/11


Ensina-me a Viver é uma das mais inusitadas e emocionantes histórias de amor do século XX. É a adaptação teatral do filme “Harold and Maude”, estrondoso sucesso de público e crítica, assinado por Coling Higgins.

O espetáculo narra o encontro amoroso entre Harold e Maude. Harold é um senhor de quase vinte anos, obcecado pela morte. Maude é uma menina de quase oitenta anos, apaixonada pela vida.
Sensível, inteligente e rico, Harold não conheceu o pai. Convive com uma mãe indiferente e autoritária, numa relação desprovida de qualquer contato afetuoso. Atormentado, Harold tenta chamar a atenção materna simulando tragicômicas tentativas de suicídio.

A quase octogenária Maude, ao contrário, tem uma paixão incomparável pela vida. Aproveita cada segundo de sua existência como se fosse o último. O contato entre esses dois não poderia ser mais inusitado e improvável, mas quando se encontram, a sintonia é imediata.


Maude, cheia de alegria e positividade, ensina ao deslocado Harold os prazeres da vida e da liberdade. Ensina-me a Viver é uma tocante e bem-humorada história de amor e de descobertas, que leva o espectador a acreditar que simplificar a vida é o melhor caminho e que o amor continua sendo o melhor remédio.

Texto: Colin Higgins.
Tradução: Millôr Fernandes.
Direção e Adaptação: João Falcão.
Elenco: Glória Menezes, Arlindo Lopes, Ilana Kaplan, Elisa Pinheiro e Antonio Fragoso.

Serviços:
Até 6 de Novembro, Sextas e Sábados, às 21h; Domingos, às 18h
Teatro Sergio Cardoso (856 lugares)
Rua Rui Barbosa, 153 (Bela Vista) 
Tel: (11) 3288-0136
Duração: 110 minutos. Classificação: 12 anos.
Preço na Bilheteria: R$ 30,00

26 de out de 2011

A comédia "A História de Nós 2" no Teatro Gazeta até 20/11


Um dos maiores sucessos dos últimos tempos da temporada teatral carioca, A História de Nós 2 chega a São Paulo.
O espetáculo estreou em março de 2009 e, nesses dois anos e meio, conquistou a plateia carioca com as venturas e desencontros de um casal já separado, que revê a sua própria história na noite em que o marido vai buscar seus pertences no apartamento.

O texto de Lícia Manzo foi indicado ao Prêmio Shell 2009. Edu é um homem dividido entre o desejo de ascender profissionalmente, a vontade de manter um casamento e o sonho de se manter eternamente livre.

Já Lena, uma mulher "partida" entre carreira, maternidade e paixão. Dois personagens que, em cena, transformam-se literalmente em seis - Edu, Duca, Carlos Eduardo, Lena, mammy, Maria Helena - dando corpo e voz às diferentes "facetas" de um mesmo homem e uma mesma mulher.

A História de Nós 2 (que também poderia se chamar A História de Nós 6) é uma comédia romântica. O espetáculo transcorre na noite em que Edu, separado de Lena há algum tempo, vem buscar seus últimos pertences no apartamento.

O derradeiro encontro do casal converte-se num ajuste de contas a um só tempo cômico e emocionante, onde tentam descobrir de quem afinal foi a culpa da separação: da mulher, da mãe, da advogada bem-sucedida ou do marido, do adolescente eterno, do publicitário workaholic? Através de humorados e reflexivos flashbacks, os seis personagens ocupam a cena, enquanto no palco é tecida essa História de nós 2.

Serviço:

História de Nós 2
Atores: Com Alexandra Richter e Marcelo Valle
Gênero: Comédia
Direção: Ernesto Piccolo.
Até 20 de Novembro, Sextas, às 21h, sábados, às 20h e domingos, às 18h
Teatro Gazeta Av. Paulista, 900 - Térreo (Próximo ao Metrô Trianon) (Cerqueira César) 
Tel: (11) 3253-4102
Horário da bilheteria: terça à domingo, das 14h até o início do último espetáculo
Duração: 65 minutos. Recomendação: 12 anos

Show Bruno & Marrone “JURAS DE AMOR” No Credicard Hall


Créditos: Daniel Cavalari

A dupla se apresenta nos dias 28, 29 e 30 de Outubro no Credicard Hall. Com realização da TIME FOR FUN, os ingressos para o show já estão disponíveis para o público em geral e podem ser adquiridos pela internet (www.ticketsforfun.com.br), pelo telefone 4003-5588 (válido para todo o País), nos pontos de vendas espalhados pelo Brasil e na bilheteria do Credicard Hall.

O show marca o lançamento do 18º álbum, Juras de Amor, e traz como novidade algumas músicas como Já não sei mais nada, Amor só é bom quando dói, To largado e a faixa título Juras de amor. Outros hits já conhecidos como Dormi na Praça, Que pescar que nada, É pra lá que eu vou também farão parte do repertório.

A banda que acompanha Bruno & Marrone na estrada é formada por cinco músicos e duas backing vocals. Para a apresentação no Credicard Hall, a dupla contará também com um sanfoneiro.
 

Marrone não foi liberado pelos médicos para se apresentar nos shows do Credicard Hall em São Paulo, de 28 a 30 de Outubro. Em virtude disso, o show terá várias adaptações para suprir a ausência do cantor. Bruno conta com o apoio dos fãs e promete grandes surpresas.

Além de um sanfoneiro, o repertório contará com duas canções de Luis Miguel que Bruno vai interpretar em espanhol. A novidade aparece no consagrado medley de boleros. A banda também ganhará destaque com momento solo para troca de roupa do cantor. Bruno também vai interagir com o público que poderá pedir canções para deixar o show bem intimista. A plateia vai ter papel importante nesta apresentação especial.

Presença de Marrone condicionada a liberação médica.

Serviço: BRUNO & MARRONE – JURAS DE AMOR
Realização: TIME FOR FUN
Patrocínio: Microlins
Local: Credicard Hall – Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro
Site: www.t4f.com.br
Telefones para informações: 4003-6464
Venda a grupos: (11) 2846-6166 / 6232
Apresentação: 28, 29 e 30 de outubro de 2011
Horário: Sexta-feira e Sábado às 22h e Domingo às 20h
Duração espetáculo: aproximadamente 1h30
Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 anos e 13 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); 14 anos em diante: permitida a entrada (desacompanhados).
Capacidade: 3820 lugares
Abertura da casa: 1h30 antes do espetáculo
Co-Patrocínio: Citibank / Honda Automóveis / Budweiser
Seguradora Oficial: Allianz
Estacionamento: terceirizado: R$ 30,00
Acesso para deficientes Ar condicionado




PREÇOS DE INGRESSOS
Configuração “MESAS”
NORMAL
½ ENTRADA
MESAS SETOR VIP
R$240,00
R$120,00
CAMAROTES SETOR I
R$220,00
R$110,00
CAMAROTES SETOR II
R$190,00
R$95,00
MESAS SETOR I
R$190,00
R$95,00
MESAS SETOR II
R$130,00
R$65,00
POLTRONAS SETOR I
R$130,00
R$65,00
POLTRONAS SETOR II
R$90,00
R$45,00
PLATEIA SUPERIOR I
R$60,00
R$30,00
PLATEIA SUPERIOR II
R$60,00
R$30,00
PLATEIA SUPERIOR III
R$60,00
R$30,00


- Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário.   

- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners contaram com pré-venda exclusiva entre os dias 26/09 e 02/10. Público em geral a partir de 03/10. 
   
- Ingressos promocionais destinados aos clientes CITIBANK, CREDICARD e DINERS que efetuarem compra, serão vendidos com 25% de desconto, todos os dias, na quantidade máxima estipulada de 10% da capacidade da casa por setor.

- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners que efetuarem compra via internet até 72 horas antes do evento, serão isentos de taxa de entrega.

- Clientes do cartão de crédito MasterCard podem optar pela tecnologia MasterCard ShowPass, no qual o cartão vira ingresso. Mais informações no site: www.mastercardshowpass.com.br.


BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA
Credicard Hall – diariamente, das 12h às 20h - Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro

LOCAIS DE VENDA - COM TAXA DE CONVENIÊNCIA
Pontos de venda no link: premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx
      
Central Tickets For Fun: por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega) - 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h - segunda a sábado.

Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br
(entrega em domicílio - taxas de conveniência e de entrega)
Formas de Pagamento:

Dinheiro, cartões de crédito American Express, Visa, MasterCard, Diners e Cartões de Débito Visa Electron e Rede Shop.

Fonte: Divulgação

Show Roberto Carlos no Ginásio do Ibirapuera


O Rei Roberto Carlos volta à São Paulo após realizar show histórico em Jerusalem no último dia 7 de setembro. O Rei faz três shows no Credicard Hall nos dias 9, 10 e 11 de novembro, e dia 25 de novembro no Ginásio do Ibirapuera.

ROBERTO CARLOS

O cantor Roberto Carlos é o exemplo vivo do sucesso mundial da música popular brasileira, que desperta todo o carinho, admiração e idolatria nos milhões de fãs que o acompanham pelo Brasil e pelo mundo. Com 52 anos de carreira Roberto Carlos é o artista número um do Brasil e por que não dizer, também da América Latina.

Cantor e compositor de mais de 500 músicas, ídolo da juventude e maior expoente de um movimento denominado Jovem Guarda na década de 60, encontrou sua identidade nas canções românticas e consolidou o sucesso na década de 70. Sem se apegar a modismos, traçou seu rumo e por ele segue deixando um rastro de canções que falam de amor, solidariedade e confiança no amanhã.

A natureza foi tema importante e em 1976, muito antes da ecologia entrar na ordem do dia de todos os povos e continentes, compôs “O Progresso”, hino de preservação à natureza. Outros alertas em forma de canção se seguiram tendo como temas a caça predatória (As baleias), a exploração dos recursos naturais (Amazônia) e a poluição (No ano passado).

Entretanto, a sua grande inspiração é o amor. Há 35 anos consecutivos realiza um especial para a Rede Globo de Televisão que é exibido no final de ano em todo o país, com retransmissões para outros países através da Globo Internacional, com uma audiência de mais de milhões de telespectadores.





SHOW ROBERTO CARLOS EM SÃO PAULO
Quando: 25/11/11
 Horário: 21h30
 Onde, Endereço e mapa: Ginásio do Ibirapuera
 Preço dos Ingressos
◦140,00 Cadeira Superior (*) (70,00 meia-entrada)
◦300,00 Cadeira Inferior (*) (150 meia)
◦300,00 Cadeira Amarela (150,00 meia)
◦500,00 Cadeira Azul (250 meia)
(*) Cadeira Inferior, e Superior: As cadeiras NÃO são numeradas, e os lugares são definidos por ordem de chegada.

PONTO DE VENDA DE INGRESSO

◦SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA: Lojas Made In Brazil do Shopping Anália Franco (4º Piso – Loja 5), e do Shopping Ibirapuera
◦Venda pela internet, telefone, e outros pontos (com Taxa) Ingresso Rápido

PRÉ-VENDA DE INGRESSOS para clientes dos cartões de crédito: Credicard, Citi e Diners, dentro do período que começa hoje (24/10) e vai até 28/10

VENDA AO PÚBLICO Ingressos disponiveis a venda a partir do dia 29/10

Mapa das cadeiras




















Fonte: Proximo Show

25 de out de 2011

Assista a filmes Brasileiros por 2 reais na rede cinemark no dia 7/11

XII Projeta Brasil celebra o cinema nacional na Rede Cinemark


ERIBERTO LEÃO É O GAROTO PROPAGANDA DO PROJETO QUE COMEMORA O CINEMA NACIONAL EXIBINDO FILMES BRASILEIROS A R$ 2, NO DIA 7 DE NOVEMBRO. RENDA É REVERTIDA PARA FESTIVAIS E PRÊMIOS

Um dia inteiramente dedicado ao cinema nacional nas 446 salas dos 54 complexos de cinema da Rede. Este é o Projeta Brasil Cinemark que, em sua 12ª edição, exibirá as principais produções brasileiras lançadas entre novembro de 2010 e outubro de 2011. Na segunda-feira, 7 de novembro, os espectadores poderão assistir àquele filme brasileiro que já saiu de cartaz e até a alguns que ainda estão no circuito ou rever o que mais gostou neste último ano. Tudo isso por apenas R$ 2.

Entre os longas-metragens do XII Projeta Brasil estão títulos como “Cilada.com”, “De Pernas pro Ar”, “As Mães de Chico”, “Qualquer Gato Vira-Lata”, “Desenrola”, “Onde Está a Felicidade” e “Bruna Surfistinha”. Ao todo, mais de 20 filmes estarão disponíveis para o espectador.

Desde 2000, a Rede Cinemark reserva uma segunda-feira de novembro para dedicar exclusivamente ao cinema nacional. Neste período, mais de 1,5 milhão de espectadores prestigiaram produções brasileiras nos dias do evento.

“Nosso objetivo com o Projeta Brasil é levar os filmes brasileiros ao maior número de pessoas, ajudando assim a divulgar o que produzimos aqui e a estimular o crescimento da nossa indústria”, declara Bettina Boklis, diretora de marketing da Rede Cinemark. “Além disso, destinamos toda a renda arrecadada no dia do evento ao patrocínio de ações de incentivo ao cinema nacional”, conclui Bettina.

Eriberto Leão: ‘Projeta Brasil é um presente ao público’
A campanha publicitária desta edição é estrelada pelo ator Eriberto Leão, estrela de “Assalto ao Banco Central”, de Marcos Paulo, que também será exibido no dia dedicado ao cinema nacional. “É uma grande honra fazer parte desse projeto que está em sua 12° edição”, afirma o ator.

“É um presente ao público que tem prestigiado cada vez mais os filmes brasileiros. O cinema nacional já rompeu a barreira de ser encarado com ressalvas, já é visto como produção de qualidade”, concluiu Eriberto.

Toda a verba obtida com a venda dos ingressos do evento é revertida para projetos ligados à indústria cinematográfica, como premiação de longas e curtas-metragem, apoio a festivais, restauração de cópias, realização de campanhas e outros.

Esta iniciativa da Cinemark, a maior rede exibidora do país, é uma homenagem à produção nacional e uma forma de aproximar o público de cinema dos filmes brasileiros.

Filmes do Projeta Brasil 2011
O XII Projeta Brasil traz filmes de todos os gêneros e para todas as idades. Abaixo, os principais longas participantes desta edição:


• Cilada.com
• De Pernas pro Ar
• Bruna Surfistinha
• Assalto ao Banco Central
• Qualquer Gato Vira-Lata
• VIPS
• As Mães de Chico
• Desenrola
• Onde Está a Felicidade

Valorização do cinema nacional

Além de oferecer ao público a oportunidade de assistir a produções brasileiras com o valor promocional do ingresso, a R$ 2,00, a Rede Cinemark investe toda a renda do Projeta Brasil em programas de incentivo e apoio ao cinema nacional. Com a verba gerada pelo evento, a Rede financia diversos projetos ao longo do ano, tais como:

• Desde 2002, participa do Festival Internacional do Rio com a entrega do Prêmio Projeta Brasil Cinemark de “Melhor Longa de Ficção” e de “Melhor Longa Documentário” eleito pelo júri popular;
• Realização e premiação do Brasil em Cartaz em 2009, 2010 e 2011 - projeto destinado a estudantes universitários de cinema de São Paulo, do • Rio de Janeiro e de Brasília;
• Investimentos na Academia Brasileira de Letras;
• Investimentos no Cineclube da Escola de Comunicação e Arte, da USP;
• Participação no Festival de Brasília com entrega do Prêmio Projeta Brasil de Melhor Filme segundo o júri popular;
• Em 2003, a Cinemark firmou parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e criou o Prêmio Imagem Cinemark, que hoje premia jovens estudantes de cinema da USP, da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade de Brasília (UNB);
• Entrega do Prêmio Projeta Brasil Cinemark para o melhor curta-metragem eleito pelo júri popular no Festival de Cinema de Ribeirão Preto.
http://cinemark.com.br/projeta-brasil





Fonte: Cinemark

Saxofonista e cantora holandesa Candy Dulfer encerra a Série Jazz All Nights 2011

5ª edição chega ao final em novembro com apresentações, em São Paulo e no Rio de Janeiro, da celebrada saxofonista e cantora holandesa Candy Dulfer


Patrocinada pela Citroën e pelo Bradesco Seguros, com realização da Dell’Arte Soluções Culturais, a 5ª edição da Série Jazz All Nights chega ao final em novembro. Depois de trazer para os palcos do Rio de Janeiro e de São Paulo Bobby McFerrin, Branford Marsalis e Esperanza Spalding, a série se encerra com duas apresentações da celebrada saxofonista holandesa Candy Dulfer.

Lançada em 2007 para estabelecer uma nova plataforma de música para a cidade e fomentar a criação de novas plateias para o gênero, a Série Jazz All Nights rapidamente se solidificou como um dos principais eventos musicais calendarizados do país. Em seus cinco anos de existência, o evento já trouxe ao Brasil nomes do quilate de Toots Thielemans, Madeleine Peyroux, The Swingle Singers, Teresa Salgueiro, Freddy Cole, Dianne Reeves, Terence Blanchard, Arturo Sandoval, New Orleans Jazz Orchestra, Brad Mehldau, Jazz Orchestra of the Concertgebow e Preservation Hall Jazz Band.

A Série Jazz All Nights faz parte do Circuito Cultural Bradesco Seguros, que apresenta para o público brasileiro um calendário diversificado de eventos artísticos com espetáculos nacionais e internacionais de grande sucesso, em diferentes áreas culturais como dança, música erudita, artes plásticas, teatro, concertos de música, exposições, etc

Fonte: Divulgação

Teatro folha terá programação no feriado



O espaço oferece programação adulta e infantil no dia 2 de novembro.  

Devido ao feriado do dia 2 de novembro, o Teatro Folha oferecerá programação voltada ao público adulto e infantil. No feriado de quarta-feira, o teatro terá sessões extras dos espetáculos infantis Os Saltimbancos, às 16h; e A Cigarra e a Formiga, às 17h40. E às 21h, o espetáculo Marley e Eles terá sessão normalmente.


Os ingressos podem ser adquiridos na bilhetria do teatro, por telefone ou pela internet. A seguir, serviço especial do feriado.

 Feriado no Teatro Folha – 2 de novembro

 INFANTIS


OS SALTIMBANCOS, às 16h


Créditos: Carol Veronez

A montagem de Fezu Duarte encanta crianças de todas as idades. Quatro bichos – um jumento, uma galinha, um cachorro e uma gata – resolvem formar um grupo musical. Eles partem em direção à cidade para se tornarem artistas e lá se deparam com uma difícil realidade.

FICHA TÉCNICA:
Texto : Sergio Bardotti e Luis Enrique Bacalov
Tradução e adaptação: Chico Buarque
Dramaturgia: Chico Buarque
Direção: Fezu Duarte
Elenco: Marcelo Diaz, Rosy Aragão, Diego Rodda, Juliana Romano, Laura Carolinah, William Franklin, Paula Flaiban, Nellson Oliveira
Cenário e iluminação: Kleber Montanheiro
Figurino: As Mariposas
Produção: Isabel Gomez

SERVIÇO
Feriado no Teatro Folha – 2 de novembro
Horários: quarta, 16h
Ingressos*: R$ 30 (setor único)
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: Livre
Recomendação de idade: a partir de 3 anos


A CIGARRA E A FORMIGA, às 17h40

Créditos: Carlos Lopes

O espetáculo é inspirado na fábula de La Fontaine. Conta a história da formiga que trabalha e da cigarra que canta, evidenciando o conflito entre as produções operárias e artísticas. Com músicas especialmente criadas para a montagem, a peça traz personagens novos como João Zangão, Godofredo Louva Deus, os Irmãos Aranha e o Dr. Besouro, que dão toques de humor e aventura à história.

FICHA TÉCNICA:
Dramaturgia: La Fontaine
Direção e adaptação: Edgar Rizzo
Elenco: Edigar Contar, William Rodrigues, Victor Bastos, Leonardo Barão, Marina Franco, Bruna Picolli, Rafael D’Alessandro, João Guilherme Costa, Anderson Moura e Carol Góes

SERVIÇO
Feriado no Teatro Folha – 2 de novembro
Horários: quarta, 17h40
Ingressos: R$ 30 (setor único)
Duração: 55 minutos
Classificação indicativa: Livre
Recomendação de idade: a partir de 3 anos

*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

ADULTO
Marley e Eles, às 21h
Creditos: Carlos Torres e Pedro Dimitrow
A história é contada por Marley, uma doméstica intrometida e hilariante, que aproveita a viagem dos donos da casa para trabalhar mais descontraída. Entre remédios, alucinações, filmes e telefonemas ela encontra tipos inusitados -como Sangue, o trombadinha ex-detento, o Padre Quevejo e o patrão - por quem Marley tem uma queda. Nina também está no espetáculo, com sua ingenuidade que não deixa passar nada do que observa no mundo adulto.

FICHA TÉCNICA
Elenco: Marlei Cevada, Mauri Sampaulo e Théo Ribeiro
Textos: Marlei Cevada e Théo Ribeiro
Direção: Isser Korik
Cenário: Antonio Ribeiro e Mauri Sampaulo
Figurinos: Marlei Cevada
Trilha sonora: Felipe Benassi
Produção de arte: Roberto Sampaulo

SERVIÇO
Feriado no Teatro Folha – 2 de novembro
Temporada: até 10 de novembro
Horários: Quarta, 21h
Ingressos*: R$10 (setor 2) e R$ 20 (setor 1)
Duração: 60 minutos
Classificação etária: 12 anos

*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

TEATRO FOLHA
Shopping Pátio Higienópolis
Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel: (11) 3823-2323
Televendas: (11) 3823-2737 / Site: www.teatrofolha.com.br

Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e idosos têm os descontos legais / Clube Folha 25% desconto / Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 13h às 24h, sábado, das 12h às 24h e domingo, 12h às 20h / Acesso para deficientes físicos / Ar condicionado /  Estacionamento do Shopping a R$ 8,00 (primeiras duas horas)  / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3104-4885 / PATROCÍNIO: Folha de S. Paulo, Banco Honda, Mastercard, CSN, Hospital Samaritano, Cielo e CMA.

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de dez anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, situado no Shopping Pátio Higienópolis em São Paulo e pelo Teatro Amil, no Parque D. Pedro Shopping em Campinas. Essa frente conta com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando, em regime de co-produção, espetáculos que unam qualidade artística e acabamento profissional em regimes de temporada. Ao todo, as casas somam perto de 2 milhões de espectadores, no período de atuação da empresa.

Como produtora de espetáculos, sob direção artística de Isser Korik, produziu dezenas de peças voltadas ao público infantil e adulto, como Gata Borralheira, O Grande Inimigo, Os Saltimbancos, A Pequena Sereia, Grandes Pequeninos e Branca de Neve e os Sete Anões para as crianças. Aos adultos foram produzidas, entre outras montagens, Os Sete Gatinhos, O Estrangeiro, Senhoras e Senhores, O Dia que Raptaram o Papa, O Mala, Te Amo, São Paulo e a trilogia Enquanto Isso..., além de projetos de humor -  como Nunca Se Sábado...-, mostras e o musical Um Violinista no Telhado.

Fonte: Divulgação

24 de out de 2011

Show do Grupo Titãs no Citibank Hall 28/10


Inspirados por uma estratégia já utilizada em outros momentos da carreira, os Titãs decidiram montar um show novo e transitório - Futuras Instalações, em que apresentarão, junto com hits e clássicos da vida toda, algumas das músicas novas em caráter experimental, ao mesmo tempo em que estas estão sendo trabalhadas e criadas em estúdio, com o objetivo de apresentar e testar as músicas novas em público, estimular a criatividade e a satisfação da banda e reafirmar sua vocação para a experimentação.


As canções novas, como Fala aí Renata, Morto Vivo, Tradição e Duas Torres entre outras, mesclam elementos da música brasileira mais essencial – guitarras, bandas de pífaros e música do Xingú – com a tradicional influência cosmopolita e roqueira.


Entre as inúmeras ações e surpresas com que brindarão os fãs no ano que vem, onde comemoram seus 30 anos de carreira, os Titãs se esmeram na preparação de um novo CD de músicas inéditas a ser lançado como parte das festividades do aniversário de três décadas de atividade artística ininterrupta.


Serviço Titãs – “Futuras Instalações”
Realização: TIME FOR FUN

Local: Citibank Hall – Av. Jamaris, 213 – Moema

Site: www.t4f.com.br

Telefones para informações: 4003-6464

Venda a grupos: (11) 2846-6166 / 6232

Única apresentação dia 28 de outubro de 2011

Horário: 22h

Duração espetáculo: aproximadamente 1h30

Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 14 anos; 14 anos e 15 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); 16 anos em diante: permitida a entrada (desacompanhados)

Capacidade: 1954 lugares

Abertura da casa: 1h30 antes do espetáculo

Co-Patrocínio: Credicard / Samsung / Budweiser

Seguradora Oficial: Allianz

Estacionamento: terceirizado: R$ 30,00 (com manobrista)

Acesso para deficientes

Ar condicionado
PREÇOS DE INGRESSOS
“Configuração Mistas”
NORMAL
½ ENTRADA
CAMAROTES
R$120,00
R$60,00
MESAS VIP
R$120,00
R$60,00
MESAS SETOR I
R$110,00
R$55,00
MESAS SETOR II
R$90,00
R$45,00
PISTA
R$50,00
R$25,00
- Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário.


- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners contaram com pré-venda entre os dias 27/08 e 02/09. Público em geral a partir de 03/09.


- Ingressos promocionais destinados aos clientes CREDICARD, CITIBANK e DINERS que efetuarem compra, serão vendidos com 25% de desconto, todos os dias, na quantidade máxima estipulada de 10% da capacidade da casa por setor.


- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners que efetuarem compra via internet até 72 horas antes do evento, serão isentos de taxa de entrega.


- Clientes de todos os cartões de crédito MasterCard podem optar pela tecnologia MasterCard ShowPass, na qual o cartão vira ingresso. Mais informações no site: www.mastercardshowpass.com.br



BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Citibank Hall: de 2ª a sábado, das 12h às 20h; domingos e feriados, das 14h às 20h – Av. Jamaris, 213 - Moema;


LOCAIS DE VENDA - COM TAXA DE CONVENIÊNCIA


Pontos de venda no link:
premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx

Central Tickets For Fun: por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega) - 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h - segunda a sábado.

Pela Internet:www.ticketsforfun.com.br (entrega em domicílio - taxas de conveniência e de entrega)

Formas de Pagamento:

Dinheiro, cartões de crédito American Express, Visa, MasterCard, Diners e Cartões de Débito Visa Electron e Rede Shop.

Fonte: Divulgação

Geraldão, do cartunista Glauco Vilas Boas, vira livro

Organizado e editado por Toninho Mendes, editor e mentor da Circo Editorial, livro reúne todas as histórias do cartunista Glauco publicadas nos dez primeiros números da revista Geraldão e em outras publicações da Circo entre maio de 1987 e dezembro de 1988.


Geraldão – Espocando a cilibina! Nos gibis da Circo Editorial, além dos prefácios de Toninho Mendes e de Gonçalo Junior, traz um texto do desenhista e editor Franco de Rosa sobre o traço e o desenho de Glauco e ainda uma história exclusiva do cartunista Laerte para a obra.


Considerado um dos mais ousados cartunistas de sua geração, Glauco foi um criador intenso, que durante os trinta anos de publicação na Folha de S.Paulo divertiu seus leitores com seu humor escrachado e irreverente.

Sempre muito econômico nos traços, desenhava com muita objetividade utilizando cenários mínimos. Seus personagens e a maneira de fazer as charges políticas trouxeram leveza e renovação para o humor brasileiro, que passava por um período duro de combate e oposição ao regime militar.

Neste mais recente lançamento do Grupo Almedina Geraldão – Espocando a cilibina! Nos gibis da Circo Editorial estão reunidas todas as histórias dos personagens de Glauco (Geraldão, Casal Neuras, Zé do Apocalipse, Doy Jorge, Dona Marta e o Chato), editadas nas dez primeiras edições da revista Geraldão em ordem cronológica, além de trazer as dez capas da revista em edição fac-símile, a cores e com algumas das absurdas seções de cartas dos leitores, que muitos acreditavam serem inventadas pelos editores.

Há, ainda, páginas e seções avulsas sobre o comportamento social e político da época: o surgimento da aids, os saques a supermercado, as relações familiares, a inflação e o processo de abertura política, sempre desenhados e tratados com muito humor e ironia. 

O período em que esses gibis foram criados e editados (...) foi também o de meu mais contínuo e intenso convívio com Glauco. Trabalhávamos juntos na redação da Circo Editorial onde ele desenhava as histórias e resolvíamos qual seria o conteúdo da edição.

Já no primeiro número da revista Geraldão  aprofundava-se o comportamento Edipão do Geraldão. Nas edições seguintes viriam o casamento do Casal Neuras, a volta do pai do Geraldão, Doy Jorge, Geraldão no olho da rua, a separação do Casal Neuras, Geraldão prefeitão e, na décima e última edição dessa fase, o Geraldão sem pai nem mãe, relata Toninho Mendes.

Para o jornalista e historiador Gonçalo Junior, que escreveu uma das apresentações, Glauco tinha a sensibilidade de um psicanalista, seus personagens nada mais eram que figuras comuns do nosso cotidiano, com suas loucuras, taras, manias.

Glauco era todos os seus personagens e também representava nos quadrinhos as angústias, medos e inseguranças ou noias de seus leitores. Era seu analista, seu terapeuta, seu psicanalista, seu psicólogo, seu psiquiatra, enfim.

Daqueles que funcionavam porque tocava todos com suas tiradas cheias de carinhos violentos, quase sadomasoquistas, como tratamento de choque – e que sempre acabavam com um ferro de passar atirado na cabeça de alguém. Nas entrelinhas, Glauco queria dizer: não esquenta, todos nós somos mesmo neuróticos e malucos e se fosse diferente, a vida não teria graça.



Biografia
Glauco Vilas Boas nasceu em Jandaia do Sul, no Paraná, em 10 de marco de 1957. Começou sua carreira nos anos 1970, em Ribeirão Preto. Em 1976, foi premiado no Salão Internacional de Humor de Piracicaba, o que o projetou para a grande imprensa. Começou a publicar na Folha de S.Paulo em 1977 desenhando charges políticas e tiras diárias onde, entre outros, nasceram os personagens, Geraldão, Casal Neuras, Zé do Apocalipse. A revista Geraldão editada pela Circo Editorial  que era distribuída em bancas de todo o país tornou o trabalho de Glauco conhecido nacionalmente. Glauco morreu no dia 12 de março de 2010, em Osasco, São Paulo.
Geraldão – Espocando a cilibina! Nos gibis da Circo Editorial

Editora e distribuição: Almedina Brasil
Titulo: Glauco - Geraldão espocando a cilibina! Nos gibis da Circo Editorial
Autor: Glauco
Organização e edição: Toninho Mendes
Edição: 1ª edição, 2011
Formato: 20,5 cm x 27,5 cm
Número de páginas: 304
Especificações: offset 90 g/m²,  capa dura 4 x 4 cores
Peso: 900 g
ISBN: 978-85-63182-11-1
EAN: 9788563182111
Área: Artes, Quadrinhos
Preço: R$ 77,00
Tiragem: 5.000 exemplares

Evento de Lançamento:
Quando: 10 de novembro de 2011 – 18h30
Onde: Livraria da Vila – Rua Fradrique Coutinho, 915 – Vila Madalena, São Paulo.
Informações: 55 11 3814-5811

Fonte: Divulgação

Coldplay transmitirá show via youtube dia 26/10


No dia 26, o grupo Coldplay se apresentará em Madri, na Espanha. O show terá transmissão ao vivo pelo Youtube. A apresentação será dirigida por Anton Corbijn, famoso pelo filme que retratava a vida do cantor Ian Curtis, “Control”.

O show será realizado na Plaza de Toros de Las Ventas, uma arena usada para touradas. A arena também já abrigou apresentações do Radiohead e AC/DC. A transmissão contará com 12 câmeras. Para assistir ao show, bastar acessar o canal da banda às 17h00 (horário de Brasília).




O Teatro Mágico faz show extra em 30/10 com participação de Flávio Venturini


Devido a grande procura de ingressos para o show do grupo O Teatro Mágico, a realizadora TIME FOR FUN anuncia show extra no Citibank Hall no dia 30 de Outubro. O projeto que reúne elementos do circo, teatro, poesia, música, literatura, política e do cancioneiro popular, apresenta seu novo álbum

A Sociedade do Espetáculo, formado pelo compositor, ator e músico Fernando Anitelli, que promete levar o público presente à uma verdadeira catarse coletiva. O espetáculo de 30 de Outubro conta ainda com a participação de Flávio Venturini.

Surgido nas Minas do Clube da Esquina, com passagem como cantor, compositor e tecladista por bandas como O Terço e 14 Bis, Flavio é autor das clássicas Espanhola e Princesa. Recentemente, o compositor lançou o DVD Não se Apague esta Noite (2009), gravado ao vivo no Museu das Artes da Pampulha, em Belo Horizonte, e os discos Canção sem Fim (2006) e Por que Não Tínhamos Bicicleta (2004), ambos por seu próprio selo, Trilhos.Arte.

A Sociedade do Espetáculo vem para completar a trilogia da Cia musical  O Teatro Mágico. Há mais de oito anos na estrada, a trupe se consolidou como principal fenômeno da internet no Brasil, obtendo mais de 6 milhões de downloads oficiais na rede, milhões de views no Youtube, centenas de seguidores e fãs nas redes sociais além de aparições importantes em programas da mídia tradicional.


Os ingressos para o show do Teatro Mágico já podem ser adquiridos a partir do pelo telefone 4003-5588, pelo site www.ticketsforfun.com.br, na bilheteria oficial do Citibank Hall e nos demais pontos de vendas espalhados pelo Brasil.

Este novo trabalho representa o amadurecimento musical da banda no último período, que compreende o lançamento do Segundo Ato (2008). O Teatro Mágico conta com o grande diferencial  da produção de Daniel Santiago, integrante da banda e parceiro de Hamilton de Hollanda, músicos que estão entre os principais expoentes da musica instrumental contemporânea brasileira. Com o confronto de ideias no estúdio, o O Teatro Mágico agora se propõe a fazer um pop moderno, sofisticado e fundamentalmente brasileiro.

As músicas continuam acessíveis ao público, o que resguarda a essência do projeto, mas agora o grupo se apresenta bebendo desde Milton e Clube da Esquina, até a guarania gaúcha. Sem dúvida alguma, A Sociedade do Espetáculo  tem seu diferencial na inovação estética musical, capaz de reunir elementos da musica internacional com uma forte brasilidade, fazendo assim, uma fusão de ritmos.

Influência filosófica:

O álbum se intitula com o nome do livro de Guy Debord A Sociedade do Espetáculo.  A obra ainda atual do filósofo francês versa sobre a imagem enquanto elemento organizador  da sociedade do consumo, transformando a realidade em ficção, e a ficção em realidade.

O conteúdo das melodias e letras traz o questionamento do mundo em que vivemos hoje. Como na música Amanhã... Será?, inspirada nas revoluções que aconteceram no Oriente Médio, e O Mundo Não Vale o Mundo Meu Bem, com uma forte influência de Drummond. 

Assim como no álbum anterior,  a trupe chega na cidade e discute o seu cotidiano político/cultural, sem esquecer também do lado  sentimental, como foi no primeiro CD Entrada para Raros (2003), álbum este que resgata um humanismo individual e coletivo , provocando uma catarse com o forte tom de positivista que só sabe, quem já esteve em um show de O Teatro Mágico.

SERVIÇO O TEATRO MÁGICO – A SOCIEDADE DO ESPETÁCULO
Realização: TIME FOR FUN
Local: Citibank Hall – Av. Jamaris, 213 – Moema
Site: www.t4f.com.br
Telefones para informações: 4003-6464
Venda a grupos: (11) 2846-6166 / 6232
Apresentação: Domingo, dia 30 de outubro de 2011
Horário: 20h
Duração espetáculo: aproximadamente 1h30
Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 anos e 13 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); 14 anos em diante: permitida a entrada (desacompanhados)
Capacidade: 3148 lugares
Abertura da casa: 1h30 antes do espetáculo
Co-Patrocínio: Credicard/ Samsung / Budweiser
Seguradora Oficial: Allianz
Estacionamento: terceirizado: R$ 30,00 (com manobrista)
Acesso para deficientes
Ar condicionado


PREÇOS DE INGRESSOS

“Configuração Pista”
NORMAL
½ ENTRADA
NOS CAMAROTES
 R$120,00
R$60,00
NA PISTA
 R$  70,00
R$35,00


- Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário.

- Ingressos promocionais destinados aos clientes CREDICARD, CITIBANK e DINERS que efetuarem compra, serão vendidos com 25% de desconto, todos os dias, na quantidade máxima estipulada de 10% da capacidade da casa por setor.

- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners que efetuarem compra via internet até 72 horas antes do evento, serão isentos de taxa de entrega.

- Clientes de todos os cartões de crédito MasterCard podem optar pela tecnologia MasterCard ShowPass, na qual o cartão vira ingresso. Mais informações no site: www.mastercardshowpass.com.br


BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Citibank Hall: de 2ª a sábado, das 12h às 20h; domingos e feriados, das 14h às 20h – Av. Jamaris, 213 - Moema;

LOCAIS DE VENDA - COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Pontos de venda no link:
premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx

Central Tickets For Fun: por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega) - 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h - segunda a sábado.

Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br (entrega em domicílio - taxas de conveniência e de entrega)

Formas de Pagamento:
Dinheiro, cartões de crédito American Express, Visa, MasterCard, Diners e Cartões de Débito Visa Electron e Rede Shop.

Fonte: Divulgação