13 de jul de 2012

Nesse Domingo (15/07): Praça Victor Civita show gratuito do grupo Choronas, tocando ritmos próprios da música brasileira

Conjunto formado por quatro musicistas encanta o público tocando ritmos próprios da música brasileira como choro, baião, maxixe e samba

No próximo domingo, dia 15 de julho, a Praça Victor Civita recebe a partir das 11h, o grupo Choronas pelo projeto Clássicos em Cena.

Formado por Gabriela Machado (flauta transversal), Ana Cláudia César (cavaquinho), Paola Picherzky (violão) e Roseli Câmara (percussão), o conjunto se destaca por apresentações marcadas por ritmos próprios da música brasileira, dentre eles: choro, baião, maxixe e samba.

Mesclando obras consagradas e desconhecidas, tradicionais e recentes, Choronas tem se apresentado em diversos espaços culturais da capital e interior de São Paulo e outras cidades brasileiras desde 1994.
Grupo "Choronas"

Em seu segundo ano de apresentações na Praça Victor Civita, o grupo preparou um repertório de música clássica com comentários do maestro Parcival Módolo. A programação, patrocinada pela Gerdau, ocorre todo terceiro domingo de cada mês, com o objetivo de aproximar o público desta linguagem erudita.


O show será realizado no palco da Praça, que conta com arquibancada coberta para 300 pessoas. Não é necessário retirar ingressos com antecedência.


• SOBRE A PRAÇA VICTOR CIVITA

Projeto pioneiro na América Latina, inaugurada em 2008, a Praça Victor Civita é resultado da iniciativa do Grupo Abril em parceria com a Prefeitura do Município de São Paulo, o Itaú, a Even Construtora e a Petrobrás. A partir de um espaço com aproximadamente 14 mil metros quadrados e área verde com cerca de 80 árvores, a Praça oferece à população um espaço que propõe uma reflexão acerca da preservação ambiental. Também abriga o Museu da Sustentabilidade, instalado no antigo incinerador de Pinheiros, e desenvolve atividades de educação socioambiental, com cursos, palestras e visitas escolares, além de localização privilegiada e de fácil acesso através de transporte público ou carro.

A Praça Victor Civita dispõe de um palco para espetáculos com arquibancada coberta para 300 pessoas, onde ocorrem apresentações musicais, passando pelo rock, samba e música clássica, também espetáculos circenses, aulas de arte, yoga e pilates, além de atividades no centro de convivência para a terceira idade (CIIPE). O projeto foi implementado a partir da iniciativa de reviver uma região degradada pelo acúmulo de detritos ao longo dos anos, uma vez que, entre os anos de 1949 e 1989, o espaço funcionou como centro de processamento de resíduos urbanos.

Dentro das normas técnicas de acessibilidade, a área conta com uma exposição permanente sobre as formas, materiais e tecnologias empregadas no tipo de reabilitação ambiental do terreno. Além disso, a Praça Victor Civita conta com soluções arquitetônicas de reuso de água, economia energética e projeto paisagístico educativo. A Praça Victor Civita é aberta diariamente, das 6h30 às 19h, e toda a sua programação é gratuita. Para visita de grupos escolares é necessário agendamento.

A Praça divulga suas atividades através do site http://pracavictorcivita.org.br e também nas redes sociais twitter (@pracavc) e facebook (fb.com/pracavictorcivita). No site, o público pode se cadastrar para receber a newsletter da programação.


SERVIÇO:

Clássicos em cena – Grupo Choronas

Dia 15 de julho, domingo às 11h

Praça Victor Civita | Rua Sumidouro, 580, Pinheiros

Tel: (11)3031-3689

Entrada Franca

10 de jul de 2012

Exposição sobre cineásta Federico Fellini no SESC

SESC São Paulo e Instituto Moreira Salles trazem à capital paulista exposição sobre o cineasta italiano Federico Fellini

Abertura da exposição e lançamento do catálogo pelas Edições SESC SP e Instituto Moreira Salles será dia 05 de julho, no SESC Pinheiros.




 
O SESC São Paulo recebe em julho, a exposição Tutto Fellini, que chega ao SESC Pinheiros após passar pelo Instituto Moreira Salles no RJ. A mostra contém cerca de 400 itens do universo do cineasta italiano Federico Fellini (1920-1993) e estará aberta para visitação de 06 de julho a 16 de setembro, de terça a sexta das 10h30 às 21h30, sábados das 10h30 às 21h e domingos e feriados das 10h30 às 18h30, no Espaço Expositivo do 2º andar com entrada gratuita.

Tutto Fellini, organizada de modo temático, traz fotografias de bastidores, desenhos feitos pelo próprio diretor, revistas de época, cartazes, entrevistas e trechos de filmes. Muitos dos documentos exibidos são inéditos. Com curadoria de Sam Stourdzé, diretor do Musée de l'Elysée, em Lausanne, na Suíça, a retrospectiva chega ao Brasil graças à parceria entre SESC e Instituto Moreira Salles e já circulou por Paris, San Sebastian, Moscou e Toronto.

Acompanhando a abertura da exposição na capital paulista, as Edições SESC SP e o Instituto Moreira Salles lançam o catálogo da mostra, composto por 184 páginas com fotos de cenas dos filmes de Fellini, além de cartazes de divulgação, gravuras feitas pelo próprio cineasta e imagens dos bastidores. O catálogo da exposição Tutto Fellini poderá ser adquirido em todas as unidades SESC São Paulo (capital e interior), nas principais livrarias e também pelo portal www.sescsp.org.br/loja.

A abertura da exposição e o lançamento do catálogo pelas Edições SESC SP e Instituto Moreira Salles será dia 05 de julho a partir das 20h.

SERVIÇO

EXPOSIÇÃO - TUTTO FELLINI

De 06 de julho à 16 de setembro
Terça a sexta, das 10h30 às 21h; sábados, das 10h30 às 21h; domingos e feriados, das 10h30 às 18h30.

Espaço Expositivo - 2º andar. Livre para todos os públicos.
Grátis.

CATÁLOGO - TUTTO FELLINI

Sam Stourdzé
Tradução de Cecília Ciscato e Samuel Titan Jr.

Editora: Edições SESC SP / Instituto Moreira Salles
ISBN: 978-85-7995-032-2
Páginas: 184 p.
Formato: 24x28x1,5 cm
Preço: R$ 65,00

As publicações das Edições SESC SP podem ser adquiridas em todas as unidades SESC São Paulo (capital e interior), nas principais livrarias e também pelo portal www.sescsp.org.br/loja.


SOBRE O CATÁLOGO:

Catálogo publicado em razão da exposição realizada pelo Instituto Moreira Salles e pelo SESC São Paulo, que convida o público brasileiro a mergulhar no mundo das imagens de Federico Fellini, um dos inventores da visualidade do século XX. Resultado de pesquisa do curador Sam Stourdzé, diretor do Museu de Lausanne, na Suíça, este trabalho apresenta linhas temáticas, divididas em: cultura popular, Fellini em ação, a cidade das mulheres e a invenção biográfica. Espécie de laboratório visual, Tutto Fellini tem um percurso pontuado pelas obsessões do diretor e por suas fontes de inspiração, mostrando as várias facetas do maestro: devorador onívoro de imagens, admirador das mulheres, crítico da sociedade, realizador enérgico, criador profuso, entre outras tantas.


SOBRE A EXPOSIÇÃO:

Construída como uma espécie de laboratório visual, a mostra favorece o diálogo entre imagens estáticas e em movimento. Seguindo um percurso pontuado pelas obsessões de Fellini, a exposição investiga o século XX do diretor: o século do cinema, claro, mas também o da imprensa, das mídias, da televisão, da publicidade, ou seja, das imagens. A montagem não segue um padrão cronológico, nem filmográfico, e sim temático. Dessa forma, Tutto Fellini é dividida em quatro núcleos:
1. Cultura popular: a mostra exibe seus primeiros trabalhos como caricaturista, iniciado quando, no final dos anos 1930, Fellini deixa Rimini, sua cidade natal, e parte para Roma. Desenha para jornais satíricos como Marc’Aurelio, 420 e Travaso. Passa a escrever roteiros para vários diretores, entre eles Roberto Rosselini. Em 1950, co-dirige com Alberto Lattuada seu primeiro filme, Mulheres e luzes. Para criar o seu segundo longa, Abismo de um sonho (1952), Fellini se apropria da fotonovela. Esse e outros elementos da sociedade italiana no pós-guerra, que sempre permearam a obra de Fellini, são encontrados nesse núcleo da mostra: os desfiles religiosos ou políticos; os jantares (e a sátira ao excesso de espagueti); o circo, que pautou sua produção desde Mulheres e Luzes até Os palhaços (1970); a mídia – para seus filmes, Fellini produzia peças publicitárias que faziam uma paródia à sociedade italiana, como os outdoors de Ginger e Fred (1986); quadrinhos – a exposição exibe uma fotonovela com Marcello Mastroianni interpretando o papel de Mandrake, o Mágico (inspirado na história de Lee Falk) e também a HQ A viagem de Giuseppe Mastorna, projeto antigo do diretor para um filme nunca terminado publicado na revista Ciak, na década de 1990.

O público também poderá conferir fotos de anônimos que se candidatavam aos papeis de seus filmes. Fellini também guardou imagens de uma jovem atriz italiana que, procurando sucesso, fez um striptease no Rugantino, casa noturna badalada da época. As fotos foram publicadas em vários jornais e inspiraram o cineasta a escrever a cena em que atriz Nadia Gray tira a roupa em A doce vida (1960). O filme aborda, entre outros assuntos, o nascimento das publicações sobre celebridades. E é a partir dele que se passa a usar o termo paparazzi, já que o fotógrafo Paparazzo (Walter Santesso), que acompanhava o repórter Marcello Rubini (Marcello Mastroianni), perseguia os famosos para conseguir boas fotos.

2. Fellini em ação: esse núcleo da mostra explora o trabalho de Fellini por trás das câmeras. São imagens que revelam sua relação com sua equipe de cenógrafos; com o Studio 5, da Cinecittá, onde filmou a maior parte de suas produções; a escolha da trilha sonora e sua célebre parceria com Nino Rota; a direção de arte – Fellini trabalhou por muitas vezes com Piero Gherardi, com quem ganhou dois Oscars –; e o roteiro. Mesmo com muito improviso nas filmagens, Fellini era rodeado por uma equipe de grandes roteiristas, que o acompanharam por muito tempo, como Ennio Flaiano e Tullio Pinelli. Em 1956, o então poeta que se tornaria grande cineasta Pier Paolo Pasolini trabalhou no roteiro de Noites de Cabíria.

3. A cidade das mulheres: serão apresentadas ao público os vários tipos de mulher presentes nos filmes de Fellini. Prostitutas, mães, femme fatales, ninfomaníacas, etc. Além disso, ganharão homenagens as atrizes que se tornaram divas, como Anita Ekberg (de A doce vida, Boccaccio 70, Os palhaços e Entrevista), Anna Magnani (Roma de Fellini) e Giulietta Masina (Mulheres e luzes, Abismo de um sonho, A estrada da vida, A trapaça, Noites de Cabíria, Giulietta dos espíritos e Ginger e Fred), com quem Fellini se casou em 1943.


4. A invenção biográfica: nesta seção o público poderá rever imagens das visões de alguns personagens dos filmes de Fellini (como as que Snàporaz, alterego do diretor interpretado por Marcello Mastroianni, tem no filme Cidade das Mulheres), além de conhecer o Livro dos Sonhos, reunião de desenhos feitos por Fellini durante 30 anos (entre 1960 e 1990) a partir de seus sonhos.

A exposição Tutto Fellini foi organizada com o apoio da Fondation Fellini pour le Cinéma (Sion, Suíça), Fondazione Federico Fellini (Rimini, Itália), Carlotta Films (Paris, França), Cineteca di Bologna (Bologna, Itália), Fondation Jérôme Seydoux-Pathé (Paris, França), e Gaumont (Paris, França). Segundo o curador, a mostra evidencia que “o que interessa a Fellini não é a realidade em si, e sim a percepção da realidade. Parece que, com seus filmes, ele quer nos dizer que o cinema é um instrumento intermediário entre a realidade e a percepção que temos dela”. A exposição integra o calendário do Momento Itália/Brasil 2001/2012.


SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195.
Horário de funcionamento da Unidade: Terças a sextas, das 13 às 22h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 19h horas.
Horário de funcionamento da Bilheteria: Terça a sexta das 10h às 21h30. Sábados das 10h às 21h30, domingos e feriados das 10h às 18h30.
Tel.: 11 3095.9400

ESTACIONAMENTO COM MANOBRISTA (VAGAS LIMITADAS): Veículos, motos e bicicletas.
Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h
(Horários especiais para a programação do teatro).
Taxas: Matriculados no SESC: R$ 6,00 nas três primeiras horas e R$ 1,00 a cada hora adicional
Não matriculados no SESC: R$ 8,00 nas três primeiras horas e R$ 2,00 a cada hora adicional.
Para atividades no Teatro, preço único: R$ 6,00

Para informações sobre outras programações www.sescsp.org.br

3 de jul de 2012

Pizza gigante de 15 metros abrirá a Expo Pizzaria Roldão de 2012

2ª EDIÇÃO DA EXPO PIZZARIA ROLDÃO

O evento ocorre nos dias 10 e 11 de julho em parceria com a JKPG - empresa organizadora do evento - trazendo atrações e novidades

As deliciosas redondas fazem muito sucesso no mundo e por aqui. O Brasil é o segundo consumidor de pizzas perdendo apenas para Nova York. Para se ter uma ideia existem, aproximadamente, 50 mil pizzarias no Brasil, entre estabelecimentos formais e informais. Metade delas fica localizada em São Paulo, seguida pelo Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Bahia.

Devido ao crescimento do setor é que São Paulo sediará pelo segundo ano consecutivo uma feita totalmente voltada ao segmento que acontecerá nos dias 10 e 11 de julho, das 11 às 19 horas, no Anhembi Hall Nobre III, no Parque do Anhembi. Trata-se da EXPO PIZZARIA ROLDÃO, realizada pela Agência JKPG e Atacadista Roldão.

Em comemoração ao Dia Nacional da Pizza (10 de julho), foi proposto um desafio para o renomado chef pizzaiolo Perciliano Neto de confeccionar uma pizza maior que a do ano passado (13 metros de comprimento). Agora a “Grande Pizza” terá 15 metros de comprimento e será feita na abertura da feira, no dia 10 de julho, a partir das 11 horas. Depois, a pizza será doada para uma instituição de caridade a definir.

Voltada à micro, pequenas e médias empresas, a EXPO PIZZARIA ROLDÃO contará com a exposição de produtos e insumos e mais: Workshops na Pizzaria Central, com palestras ministradas por profissionais do SENAI orientando sobre como abrir um estabelecimento e mantê-lo, atrair clientes, entre outras dicas; recheios e ingredientes, harmonização de pizzas com azeites e vinhos e muito mais.

O lançamento desta edição será a Ilha do Pastel, onde profissionais farão demonstração e degustação de produtos.

Vale destacar a Palestra sobre harmonização de diferentes sabores de pizzas com azeite no Espaço Tendências. O tipo de azeite usado em pizzas diversas tem que ser escolhido com cautela, pois um sabor acaba sobrepondo ao outro e até prejudicando o paladar final.

Para explicar as harmonizações mais apropriadas, a especialista divide as categorias das pizzas em: mussarela; queijos fortes; embutidos; vegetarianas, e doces. “Sim, doces! Uma pizza de chocolate com sorvete de creme combina perfeitamente com um azeite produzido com azeitona arbequina madura, que tem como característica um sabor levemente adocicado, aguça Patricia Galasini que é além da organizadora do evento especialista em harmonização de azeites.

“Idealizamos um evento direcionado ao empresário da pizza e às indústrias fornecedoras de matérias-primas, com o objetivo de fomentar ainda mais o Trade com inovações e conhecimento, e atrair novos empreendedores ao setor”, diz Patricia Galasini, da JKPG, empresa organizadora do evento.

Para o diretor de marketing do Atacadista Roldão, Jefferson S. Fernandes, este é o segundo ano que a empresa participa em parceria com EXPO PIZZARIA. “É um evento muito importante para o Atacadista Roldão, pois é um do segmentos mais importantes para nossa empresa. Toda ação que favoreça nosso clientes, estaremos sempre atuando.” O diretor diz ainda que, o Atacadista Roldão sempre buscar melhores práticas para atender cada vez melhor os clientes. “Acredito que esta feira trará novidades para o setor, desde fornos e equipamentos para pizzaria até insumos.É uma oportunidade para quem quer mostrar seus produtos e também para profissionais do setor de pizzarias.”

O Atacadista Roldão sorteará vale-compra para pizzarias cadastradas no evento EXPO PIZZARIA ROLDÃO 2012. Serão mais de R$ 5.000,00 em brindes.

A visitação à feira e a participação nas palestras e workshops são gratuitos, porém, a presença nas palestras exige inscrição prévia, já que as vagas são limitadas. Cadastros por meio do site: www.expopizzaria.com.br ou pelo telefone: 3071-2277.



SERVIÇO: 2ª EXPO PIZZARIA ROLDÃO

DATA E HORÁRIO: 10 E 11 DE JULHO, DAS 11 ÀS 18 HORAS

LOCAL: ANHEMBI HALL NOBRE III – PARQUE ANHEMBI – AVENIDA OLAVO FONTOURA, 1.209