11 de mai de 2011

SESC POMPEIA | Músicos holandeses se apresentam no Jazz na Fábrica

Extensa lista de atrações preparada pelo governo holandês para 2011
promete aproximar ainda mais as relações entre Brasil e Holanda

As várias vertentes do jazz, do tradicional, experimental e o free jazz, até as fusões com a música pop, eletrônica e música brasileira serão apresentadas durante o festival de jazz do Sesc Pompeia (rua Clelia, 93). O Jazz na Fábrica terá encontros inéditos de bandas paulistas com estrangeiras, entre elas André Marques Sexteto e Blazin’ Quartet da Holanda e Bodes e Elefantes e Knalpot. A vinda dos grupos ao país faz parte da agenda de atrações em comemoração ao Ano da Holanda no Brasil. Eles se apresentam dias 19 e 20 de maio.

Donos de uma perfomance eclética, os jovens músicos do Blazin’Quartet são famosos por fazer jazz brincando com sonoridades da música eletrônica e se utilizam das mais variadas referências que na ausência de um piano ou qualquer instrumento harmônico em sua formação, abre espaço para incursões eletrônicas e loops.

As apresentações mostrarão o repertório de seu primeiro CD, “Finding a Way”, e do novo trabalho (gravado com o guitarrista e vocalista iugoslavo Rambo Amadeus), que deve ser lançado ainda este ano. Blazin’Quartet foi revelado ao público em festivais e competições, como Dutch Jazz Competition, Holland Casino Jazz&Pop Award, North Sea Jazz Festival 2008, Jazz-A-Palooza, Novi Sad Jazz Festival (Sérvia). Com João Driesse (T.Sax, EWI), Michael Rörby (trombone), Mihail Ivanov (baixo), Srdjan Ivanovix (bateria, percussão e loops).

A dupla eletrônica Knalpot, de Amstendan, é formada pelo guitarrista franco alemão Raphael Vanoli e pelo baterista austríaco Gerri Jäger. Influenciados por artistas como Chris Clark, Christian Fennesz, Jonny Greenwood, Mohawke Hudson, entre outros, o duo produz música eletrônica sem a utilização de computadores. Cada faixa é uma arquitetura cuidadosamente esculpida e trabalhada com virtuosismo e determinação.

Atrações do “Ano da Holanda no Brasil”

Da arte ao esporte, passando por assuntos de tecnologia, de política e econômicos, uma ampla agenda de eventos está programada pela embaixada e consulados-gerais da Holanda no Brasil para celebrar o ano. Foram preparadas diversas atrações previstas para acontecer ao longo do ano e prometem aproximar ainda mais as duas culturas.

Em junho, os brasileiros terão a oportunidade de conhecer um pouco mais de perto a música clássica holandesa com as apresentações da orquestra Filarmônica de Roterdã que acontecerão no Rio de Janeiro e São Paulo.

Em julho será a vez da companhia de dança Introdans. Com 40 anos de existência, o grupo de dança moderna é um dos mais aclamados da Europa, chegando a reunir em cada turnê um público de 90 mil pessoas, com espetáculos realizados adultos e crianças. As apresentações acontecerão no Teatro Nacional de Brasília, nos dias 1 e 3 de julho.

Dois grandes espetáculos abriram as festividades, em março passado. O grupo artístico FlyingArtwork, comandado pela bailarina, acrobata e contorcionista holandesa Juliette Dormaar que, após fazer parte da equipe do ‘Cirque Du Soleil’, decidiu voltar a sua terra natal e criar sua própria companhia. E o concerto do pianista de jazz holandês Michiel Borstlap no Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo que, famoso por mesclar diferentes estilos de jazz e tido como excêntrico por suas composições e interpretações, Borstlap, aos 44 anos, é hoje um dos músicos mais prestigiados da Europa.

Serviço
Sesc Pompeia (rUa Clelia, 93)
Blazin’ Quartet
Dia 19/05 (quinta-feira)
Horário: 21 horas - teatro
Knalpot
Dia 20/05 (sexta-feira)
Horário: 21:30 horas - choperia
De R$ 4,00 a R$ 16,00
Idade: 12 anos

Nenhum comentário: